DICAS PARA PARAR DE FUMAR

01/06/2015 19:56

Grande variedade de ervas medicinais. Preços acessíveis!

1- O primeiro e fundamental passo para deixar de fumar é realmente querer. Apesar de todas as campanhas e informações disponíveis, a decisão de deixar de fumar é individual e tem que partir do próprio fumante.

Caso esta seja a sua hora de ser mais livre e viver sem depender do cigarro, é importante saber que o momento de parar de fumar deve ser bem planejado: marque uma data dentro dos próximos 15 dias. Após essa definição, deve-se decidir se deixará de fumar de forma abrupta (a pessoa fuma normalmente e no dia escolhido ela não fumará mais nenhum) ou gradualmente. Caso seja de forma gradual, é importante estabelecer o número de cigarros fumados em cada dia anterior à parada e seguir esta regra. Caso contrário o método pode não funcionar.


2- Depois de identificar os momentos em que o cigarro é sempre associado, na véspera de parar de fumar, é necessário eliminar objetos que nos remetam ao ato de fumar, como isqueiros, cinzeiros, cigarreiras, entre outros, e claro, os próprios cigarros. Eles induzem ao fumo, fazendo a pessoa pensar em fumar, mesmo sem estar sentindo vontade.


3- Quando estiver próximo da data definida para largar o cigarro é preciso dedicar algum tempo para identificar situações que funcionam como “gatilho” para fumar: são momentos em que acender um cigarro é quase uma reação. Por exemplo: logo após as refeições ou ao tomar um café, falar ao telefone ou situações de estresse, como discutir com alguém.

Evitar essas associações antes de parar de fumar facilitará os primeiros dias.


4- Após a parada, no início, o corpo começa a se adaptar ao funcionamento normal na ausência da nicotina. Talvez seja necessário um tempo para que o corpo se acostume ao novo estilo de vida e, por isso, ele pode apresentar alguns sintomas causados por essa mudança, conhecidos como “síndrome da abstinência” e podem se apresentar na forma de dores de cabeça, formigamento das mãos e dos pés, tosse, ansiedade e, principalmente, uma vontade intensa de fumar.

Neste momento é importante lembrar que:

- Nem todo mundo apresenta essas reações. Cada organismo reage à sua maneira diante de uma situação;
- Todos esses sintomas desconfortáveis desaparecem após uma ou duas semanas sem fumar;
- Essa é uma reação natural do corpo, que está voltando a funcionar sem os malefícios do cigarro e essa vitória valerá muito a pena.


5- Agora que você já sabe como seu corpo pode se comportar após largar o cigarro, é importante se conscientizar de que, dentre os sintomas de abstinência que citamos ontem, o que poderá durar mais tempo é a vontade intensa de fumar, também conhecida como “fissura”. Para este momento difícil, seguem algumas dicas que funcionaram com outras pessoas e podem ajudar você também: beber água gelada, mastigar canela em pau, cravo, cristais de gengibre, barra de cereais ou chiclete sem açúcar. Estes itens devem estar sempre à mão caso você sinta vontade de fumar.

Outros pontos importantes:

Parar de fumar é um processo que merece dedicação e, às vezes, é preciso retomá-lo do início. As tentativas fazem parte do caminho e, por isso, se não der certo na primeira vez, não desista!
Mesmo as tentativas que não funcionaram serão importantes para que a dificuldade seja identificada e ultrapassada na próxima vez.

Largar o cigarro é uma das decisões mais importantes na vida de um fumante e de quem convive alguém que fume. Pela sua saúde e a de quem está à sua volta, deixar de fumar sempre vale a pena!

Grande variedade de ervas medicinais. Preços acessíveis!


Contato

serginho sucesso

CURITIBA -PR

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!